DSpace
 

DSpace da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul >
Teses e dissertações defendidas na UFMS >
Programa de Pós-graduação em Psicologia >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.cbc.ufms.br:8080/jspui/handle/123456789/2444

Título: “Somos engolidos pelas metas”: relações de trabalho na área da saúde
Autores: Levandoski, Fernanda Rita
Orientadores: Meneses, Branca Maria de
Chaves: Trabalho - aspectos sociais
Work - social aspects
Capitalismo
Capitalismo
Trabalhadores
Working Class
Família - saúde mental
Family - mental health
Ideologia
Ideology
Subjetividade
Subjectivity
Data de Emissão: 2015
Resumo: Esta pesquisa tem por objetivo analisar aspectos ideológicos manifestos nas relações de trabalho de profissionais da saúde que atuam na Estratégia Saúde da Família (ESF) e desenvolvem suas atividades em uma Unidade Básica de Saúde da Família (UBSF) de Campo Grande/MS. O referencial teórico foi fundamentado nos pressupostos dos estudiosos da Teoria Crítica da Sociedade. O interesse por tal teoria pauta-se no fato de serem consolidadas análises que contribuem para o entendimento do que tem ocorrido na sociedade atual e, consequentemente, na vida dos sujeitos. Para a coleta de dados, foi elaborado um questionário fechado de respostas de múltipla escolha, com perguntas que contemplam as seguintes questões: a análise que os profissionais fazem das condições objetivas de trabalho; as atitudes valorizadas nas relações de trabalho e aspectos de adaptação, ou não, dos trabalhadores à ideologia vigente. Com o fim de complementar os dados do questionário, foi realizada uma entrevista aberta com a gestora da UBSF contendo os seguintes temas: cumprimento de metas do Ministério da Saúde; realização do planejamento das atividades e tomadas de decisão na UBSF; dinâmica das relações de trabalho; e avaliação dos serviços prestados à comunidade. Os resultados da coleta de dados, analisados, evidenciaram a dificuldade dos sujeitos da pesquisa em avaliarem o que representa o poder da ideologia da sociedade atual. Chamou nossa atenção o fato de que os trabalhadores, ainda que consigam reconhecer as contradições existentes na dinâmica do trabalho e, também, as atitudes que seriam necessárias para a oferta de serviços de qualidade à população, pois assujeitam-se às determinações do Ministério da Saúde, mesmo quando essas não condizem com as reais necessidades da população atendida na UBSF. Os trabalhadores não se reconhecem como agentes políticos que podem mudar a gestão do SUS. Concluímos, então, que há necessidade de ir além do que está posto, rompendo com as determinações formalizadas assentes aos interesses das classes dominantes e, assim, buscar mudanças na gestão do SUS que estejam comprometidas com as questões sociais e políticas de interesse da população. Assim, ao discutirmos aspectos ideológicos manifestos nas relações de trabalho de profissionais da ESF, conseqüentemente, tratamos, também, de aspectos constitutivos da subjetividade. Ou seja, o quão torna-se mais difícil a individuação dos sujeitos, de acordo com a ideologia vigente. Nesse sentido, esperamos poder contribuir com a ampliação dos estudos de psicologia voltados à reflexão da constituição de subjetividade de trabalhadores da área da saúde e a gestão de UBSF.
ABSTRACT - The aim of this research is to analyze ideological aspects that exists in work relations of health professionals that act in the Family Heath Strategy (FHS) and develop their activities in a Basic Unit of Family Health from Campo Grande. The theoretical reference was fundamental to the assumption of the scholars from Critical Theory of Society. The interest for this theory is based on the fact that is has been consolidating analysis that contribute to the consciousness of what has been happening with the actual society, and consequently with the life of the individuals. To collect data, it was developed a closed-ended questionnaire with an ordered set of answers, with questions that took into account the following issues: the analysis of what the professionals do from their objective conditions; the valued attitudes in the work relations; and aspects of adaption or not of workers to the ideology in force. It was carried an open interview with a manager of UBSF o as complementary information to enrich the investigation. It contained the following subjects: goals achievement of Health Department; decision taking at the UBSF and performance of a service activity planning; work relations dynamic and evaluation of community service.The results of data collected, analyzes, showed the difficulty of the investigationsubjects in evaluating what represents power and ideology in the contemporary society.The fact that the workers subject their selves the determinations of Health Department, even if they are not suited to the real necessity to the populations, furthermore they do not recognize the existent contradiction in the work dynamic and also attitudes that supposed to be necessary to offer a quality service to the population. The workers don´t recognize themselves as political that can change the management of United Health System. We conclude the necessity of go further and break the formal determinations based on the interest of the ruling class and, in this way, seek for changes in the management of the United Health System that are really submitted to the social and political issues the interest the society. Thus, when discussing manifest ideological aspects in the professionals working relationships consequently, treat also of constitutive aspects of subjectivity. That is, how it becomes more difficult individuation of subjects, according to the prevailing ideology. In this sense, we hope to contribute to broaden the studies guided towards to the relfection to the Basic Unit of Family Heath.
Aparece nas Coleções: Programa de Pós-graduação em Psicologia

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
FERNANDA RITA LEVANDOSKI.pdf1.85 MBAdobe PDFVer/abrir
Visualizar estatísticas

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.

 

Copyright � 2008 MIT & HP. Todos os direitos reservados.