DSpace
 

DSpace da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul >
Teses e dissertações defendidas na UFMS >
Programa de Pós-graduação em Saúde e Desenvolvimento na Região Centro-Oeste >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufms.br:8080/jspui/handle/123456789/2811

Título: Capacidade funcional de vítimas de acidentes de trânsito em Campo Grande, Mato Grosso do Sul
Autores: Nolasco, Talmir Ribeiro
Orientadores: Andrade, Sônia Maria de Oliveira de
Chaves: Acidentes de Trânsito
Pessoas com Deficiência
Dor
Retorno ao Trabalho
Accidents, Traffic
Disabled Persons
Pain
Return to Work
Data de Emissão: 2016
Resumo: A violência no trânsito é um crescente problema para a saúde pública no mundo, pois seus danos têm como consequências, além da mortalidade, as incapacidades deixadas pelo trauma e a sobrecarga no sistema de saúde. Campo Grande é sétima capital brasileira com maior violência no trânsito, considerando a violência no trânsito, Campo Grande ocupa o sétimo lugar no número de ocorrências o que motivou presente estudo, que teve por objetivo avaliar a capacidade funcional de vítimas de acidentes de trânsito. Participaram da pesquisa 100 pacientes vítimas de acidentes de trânsito, internados no setor de ortopedia da Sociedade Beneficente de Campo Grande - Santa Casa e foram utilizadas as escalas de atividades de vida diária (AVD), de atividades instrumentais de vida diária (AIVD), escala de trauma para avaliação da dor e retorno ao trabalho. A avaliação da capacidade funcional permitiu identificar que a totalidade dos indivíduos apresentou dependência funcional ou parcial total no pós-trauma e a maioria ficou incapaz de retornar ao trabalho que exercia anteriormente ao evento traumático, privando-se de realizar tarefas que faziam sem restrições, o que impacta negativamente na saúde e na vida dessas pessoas e de seus familiares.
ABSTRACT - Violence in traffic is a growing problem for public health in the world, because their damage have as consequences, beyond mortality, disability and trauma left by the burden on the healthcare system. Campo Grande is the seventh Brazilian capital with greater violence in traffic, considering the violence in traffic, Campo Grande ranks seventh in the number of events which led to this study, which aimed to evaluate the functional capacity of victims of traffic accidents. The participants were 100 patients victims of traffic accidents, admitted to the orthopedics sector of the Beneficent Society of Campo Grande - Santa Casa and we used the scales of activities of daily living (ADLS), instrumental activities of daily living (IADL) scale trauma to assess pain and return to work. The functional capacity assessment has identified that all the individuals had total functional or partially dependent on post-trauma and most were unable to return to work exercised prior to the traumatic event, depriving themselves to perform tasks that were no restrictions, which impacts negatively on the health and lives of these people and their families.
Aparece nas Coleções: Programa de Pós-graduação em Saúde e Desenvolvimento na Região Centro-Oeste

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
Talmir Ribeiro Nolasco.pdf795.11 kBAdobe PDFVer/abrir
Visualizar estatísticas

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.

 

Copyright � 2008 MIT & HP. Todos os direitos reservados.